Quem sou eu

São Paulo, SP, Brazil
A Cia. Encena vem desenvolvendo desde sua fundação em 1997, um trabalho que visa estudar e analisar o Homem dentro de um contexto social e político em diferentes fases da história. Buscamos um teatro onde o espectador se divirta; se emocione; reflita; identifique o meio em que vive ou viveram seus antepassados; compreenda a si e a seus semelhantes e tenha por fim, a esperança e a crença de que ele pode e deve melhorar o mundo. Contato: encenaproducoesartistica@gmail.com e https://www.facebook.com/encena.ciadeteatro Endereço: Rua Sgto Estanislau Cústodio, 130 Jd Jussara Vila Sonia Telefones: 2867-4746 (fixo) e 98336-0546 (Tim)

quinta-feira, 28 de março de 2013

Essa Semana Janeiros e Cordão Umbilical

Depois da Sexta Feira Santa, depois do Bacalhau ou qualquer outro peixe, depois de todo o chocolate ao leite ou meio amargo, depois do vinho tinto ou branco, seco ou suave, depois dos ovos de páscoa e da revisitada a história do senhor Jesus, caso você não tenha viajado, dê um pulinho lá no Espaço Cultural Encena. 
Essa semana temos em nossa programação Espetáculo e Leitura Dramática. Tudo Grátis e Imperdível!

Espetáculo Teatral Janeiros... Pirou Jussara? Pendurar a vovó no Banheiro?!
Foto: Rogério Gonzaga
Sinopse: A luta de uma vizinhança contra as enchentes, como essas pessoas são atingidas e reagem as circunstâncias de um temporal (do ceticismo crítico à religiosidade), bem como a relação do poder público com esse tipo de situação. Com aparições de personagens surrealistas e alegóricos, trazendo um dose de humor em meio a tragédia, seja transportando o público para uma festa de casamento ou para o meio de um temporal produzido pelo grupo.

Foto: Marco Pezão
Texto: Gilberto Amendola
Direção: Orias Elias, Walter Lins
Elenco: Cadu Camargo, Claudio Bovo, Fernanda Garcia, Flávia D'Álima, Jacintho Camarotto, Orias Elias, Sylvia Malena, Thânia Rocha, Walter Lins e Zú Vieira
Percussão: Alexandre Matos, Vitor Santos
Iluminação: Cesar Pivetti
Operador de Luz, Som e projetor: Vagner Pereira
Gênero: Tragicomédia
Classificação Etária: Livre
Temporada: 06/03 a 27/04/2013. Sábados às 20h30

28ª Leitura Dramática Encena 
O Cordão Umbilical
De Mario Prata
Sinopse: Primeira peça teatral de Mario Prata. O espetáculo retrata conflitos de quatro jovens que moram no mesmo apartamento na década de 70, época da libertação sexual, dos hippies, da paz e amor.

Texto: Mario Prata
Direção: Zé Maria (Lucena)
Elenco: Guilherme Rodrigues, Bell Silva, Steffany Lima e Camilla Durães
Após a Leitura bate papo com delicioso Café com Bolo!


TODA PROGRAMAÇÃO É GRATUITA

ESPAÇO CULTURAL ENCENA
Rua Sargento Estanislau Custódio, 130 Jd. Jussara-Vila Sônia Cep 05534-030
Referências: Extra Taboão, Family Hospital, Chácara do Jockey
Contato/Reservas/Informações: 2867-4746 (fixo) e 98336-0546 (Tim)
http://www.facebook.com/encena.ciadeteatro
Email: encenaproducoesartistica@gmail.com



quinta-feira, 14 de março de 2013

Águas de Março em Janeiros...

- Eu vi uma noiva na rua me convidando para um espetáculo?
- Viu sim!
- Eu senti um temporal que não existia?
- Sentiu sim!
- São Pedro estava assistindo toda essa confusão?
- Estava
- Isso é uma festa de casamento ou um espetáculo?


Fotos: Rogério Gonzaga


Com as águas de Março o espetáculo Janeiros... Pirou Jussara? Pendurar a vovó no Banheiro?! cai novamente no Espaço Cultural Encena. Mas é por pouco tempo, trata-se de mais uma curta temporada de 16/03/2013 a 27/04/2013, todos os sábados as 20:30.



Sinopse: A luta de uma vizinhança contra as enchentes, como essas pessoas são atingidas e reagem as circunstâncias de um temporal (do ceticismo crítico à religiosidade), bem como a relação do poder público com esse tipo de situação. Com aparições de personagens surrealistas e alegóricos, trazendo uma dose de humor em meio a tragédia, seja transportando o público para uma festa de casamento ou para o meio de um temporal produzido pelo grupo.



Texto: Gilberto Amêndola
Direção: Orias Elias, Walter Lins
Elenco: Cadu Camargo, Claudio Bovo, Fernanda Garcia, Flávia D'Álima, Jacintho Camarotto, Orias Elias, Sylvia Malena, Thânia Rocha, Walter Lins e Zú Vieira.
Percussão: Alexandre Matos
Iluminação: Cesar Pivetti
Operador de Luz, Som e Projetor: Vagner Pereira
Gênero: Tragicomédia
Classificação Etária: Livre
Duração: 80 minutos
Temporada: 16/03 a 27/04/2013 Sábados as 20h30


Grátis


ESPAÇO CULTURAL ENCENA
Rua Sargento Estanislau Custódio, 130 Jd. Jussara-Vila Sônia Cep 05534-030
A rua fica entre as avenidas Intercontinental (Taboão Da Serra) e Pirajussara (continuação da Eliseu de almeida).
Referências: Extra Taboão, family Hospital, Chácara do Jockey
Contato/reservas/informações: 2867-4746 (fixo) e 98336-0546 (Tim)
http://www.facebook.com/encena.ciadeteatro
Email: encenaproducoesartistica@gmail.com

quarta-feira, 6 de março de 2013

A Velha Casa - Só mais uma apresentação

E lá se vai mais uma mini temporada. Com muito prazer recebemos a Cia. Corpo de Luz de Embú da Artes com o espetáculo A Velha Casa.
Com esse espetáculo reflexivo o grupo consegue desacelerar o público e parar um pouco o tempo. As imagens propostas, silêncios impostos e sensações de A Velha Casa, estarão apenas mais um sábado a sua disposição no Espaço Cultural Encena. Apareça, é imperdível!

Esse é o terceiro espetáculo teatral que integrou o projeto Encena Recebe, que venham muitos outros presentes como este, para nós da Cia. Encena  e para todo o público que pôde e pode, apenas mais uma vez, conhecer o trabalho da Cia. Corpo de Luz.

Almir Rosa - Foto Walter Lins
A Cia. Corpo de Luz vem atuando desde 2007, o grupo é residente da cidade de Embu das Artes. Desenvolve seu trabalho todo de forma autoral, desde a dramaturgia até a encenação. O que mais desperta o interesse e curiosidade do grupo, são os fenômenos decorrentes de uma sociedade pós-moderna, cruzamentos nunca antes imaginados, fluindo hoje de forma trivial. O grupo é influenciado por vários segmentos artísticos e momentos da história da arte. Tem seis espetáculos em seu repertório e encontra-se em início de processo de sua nova peça.


Almir Rosa e Malu Pereira - Foto Flávia D'Álima
Sobre a Peça: O espetáculo reflete a possibilidade de realidades paralelas, passado, presente e futuro num mesmo instante e qual nossa capacidade de percepção para romper com uma forma de vida única e previsível. A história conta com personagens que atravessam as janelas de tempo e espaço sem refletir sobre isso, vivem suas sagas e angústias, assim como todos nós daqui e dali. Um pretexto fantasioso para pensarmos na expansão de nossa forma de viver, de se relacionar.

Almir Rosa e Daniel Gonçalves - Foto Flávia D'Álima
Sinopse: Um velho xamã vive com sua filha no centro de uma grande cidade, mesmo dentro de um caldeirão de pessoas e diferenças, ele procura viver sozinho, seu trajeto é praticamente do bar para casa. Até que um dia seu sossego é atravessado por um jovem viajante. Juntos vão descobrir mistérios que envolvem essa e outras realidades.

 Malu Pereira e Daniel Gonçalves - Foto Flávia D'Álima
Texto e Direção: Almir Rosa
Elenco: Almir Rosa, Karol Mendes, Daniel Gonçalves, Malu Pereira e Jessica Gonçalves
Sonoplastia e Iluminação: Almir Rosa e Anderson Souza
Direção de Arte e Figurinos: Karol Mendes
Operador de Luz e Som: Anderson Souza
Gênero: Realismo Fantástico
Classificação Etária: Livre  Duração: 80 minutos


GRÁTIS
ESPAÇO CULTURAL ENCENA
Rua Sargento Estanislau Custódio, 130 Jd. Jussara
Contatos: 2867-4746 (fixo) / 98336-0546 (Tim)
http://www.facebook.com/encena.ciadeteatro

sábado, 2 de março de 2013

Hoje A Velha Casa

São só duas apresentações, então, não perca!


A Velha Casa com a Cia. Corpo de Luz
Fotos:  Danny   Bonattes
Sinopse: Um velho xamã vive com sua filha no centro de uma grande cidade, mesmo dentro de um caldeirão de pessoas e diferenças, ele procura viver sozinho, seu trajeto é praticamente do bar para casa. Até que um dia seu sossego é atravessado por um jovem viajante. Juntos vão descobrir mistérios que envolvem essa e outras realidades.


Sobre a Peça: O espetáculo reflete a possibilidade de realidades paralelas, passado, presente e futuro num mesmo instante e qual nossa capacidade de percepção para romper com uma forma de vida única e previsível. A história conta com personagens que atravessam as janelas de tempo e espaço sem refletir sobre isso, vivem suas sagas e angústias, assim como todos nós daqui e dali. Um pretexto fantasioso para pensarmos na expansão de nossa forma de viver de se relacionar.


A Cia. Corpo de Luz vem atuando desde 2007, o grupo é residente da Cidade de Embu das Artes. Desenvolve seu trabalho todo de forma autoral, desde a dramaturgia até a encenação. O que mais desperta o interesse e curiosidade do grupo, são os fenômenos decorrentes de um sociedade pós-moderna, cruzamentos nunca antes imaginados, fluindo hoje de forma trivial. O grupo é influenciado por vários segmentos artísticos, de vários momentos da história da arte, por várias situações. Tem seis espetáculos em e encontra-se em início de processo de sua nova peça.


Ficha Técnica
Texto e Direção: Almir Rosa
Elenco: Almir Rosa, Karol Mendes, Daniel Gonçalves, Malu Pereira e Jessica Gonçalves
Sonoplastia e Iluminação: Almir Rosa e Anderson Souza
Direção de Arte e Figurinos: Karol Mendes
Operador de Luz e Som: Anderson Souza
Gênero: Realismo Fantástico
Classificação Etária: Livre  Duração: 80 minutos

Grátis!
ESPAÇO CULTURAL ENCENA
Rua Sargento Estanislau Custódio, 130 Jd. Jussara
Contatos: 2867-4746 (fixo) e 98336-0546 (Tim)